Layssa Machado Engenharia
Economia

Presidente do BC faz alerta sobre inflação: 'Cenário ficou mais difícil no último mês e meio'

Roberto Campos Neto afirmou nesta quarta-feira que o processo de desinflação foi puxado pelos preços de alimentos e energia

Por Wander Lopes

03/04/2024

presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta quarta-feira (3) que a inflação e os núcleos estão caindo em boa parte dos países emergentes, mas ponderou que em alguns já há elevação da inflação de serviços. "Alguns bancos centrais estão tentando entender se há relação entre mão de obra apertada e os preços de serviços", acrescentou.

A declaração de Campos Neto ocorre duas semanas após o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central decidir reduzir a taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual, de 11,25% ao ano para 10,75%. Foi o sexto corte seguido, acompanhando a sequência de quedas iniciada em agosto de 2023. 

A avaliação considerou que a taxa Selic é o principal instrumento da política monetária para determinar a inflação em uma economia. Isso acontece porque os juros mais altos encarecem o crédito, reduzem a disposição para consumir e estimulam novas opções de investimento pelas famílias.

Mais Noticias